fbpx
O que você procura?
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt

Justiça! Miley Cyrus comenta assassinato por homofobia em Embu das Artes

Em pleno mês do Orgulho LGBTQIA+, um jovem de 22 anos foi assassinato com três tiros na cabeça em Embu das Artes. O crime, que aconteceu na última terça (23), foi comentado pela cantora Miley Cyrus em seu Twitter.

Estou devastada em saber que um fã “smiler” brutalmente perdeu sua vida em decorrência de ódio, preconceito e injustiça. Chamar essa ação de homofobia significa que quem atacou tem medo de pessoas queers. O que é incrivelmente uma merda. Os corações desses humanos estão cheios de ódio e raiva

Reprodução Twitter

A cantora fez uma thread, o que chamamos de “fio”, para comentar o crime. Ela descobriu que Gabriel era um super fã seu e usou as redes sociais para pedir por justiça. Miley ainda escreveu:

“Nós não podemos continuar permitindo que esses eventos sejam escritos simplesmente como homofobia… porque você sabe quem estava com medo nessa situação? Gabriel. Isso é exatamente a importância da minha missão em lugar contra esse tipo de crueldade. Amor, aceitação e liberdade são os topos das minhas prioridades e é o propósito da minha existência neste planeta. Eu não poderia imaginar isso acontecendo com os meus melhores amigos… e saber que isso aconteceu com alguém que me amava e que eu também amo deixa meu coração em pedaços “

O CRIME

Gabriel Garcia tinha 22 anos e foi assassinado em Embu das Artes. O rapaz estava cortando o cabelo em uma barbearia quando uma pessoa mascarada atirou. O criminoso fugiu e a Polícia Civil investiga o caso como homicídio.

Ainda não foram divulgadas informações como o bairro ou a barbearia em que o crime ocorreu.

A mãe do rapaz, a vendedora Elglanty Carvalho Garcia, de 53 anos, falou ao site G1:

“Gabriel era um menino muito iluminado e amado pela família. Meu coração está cortado. Acredito que possa ter sido homofobia. Foi muita maldade”.

Segundo a mãe dele, o lugar foi indicado por alguém, chegando lá não sei o que aconteceu. Segundo o funcionário, um homem baixo entrou e deu três tiros na cabeça dele, apenas nele. Seus pertences não foram levados”, afirmou Bruno, namorado de Gabriel.

Gabriel tinha ido a Embu para cuidar do cabelo e fazer luzes nessa barbearia que teria sido indicada por conhecidos.

“Eu também acredito que seja homofobia. E, em segundo caso, pode ter sido uma emboscada ou até quem o matou pode tê-lo confundido com outra pessoa e atirado nele”, falou o analista financeiro Victor Carvalho Garcia, de 24 anos, irmão de Gabriel, também ao G1.

Em seu Instagram, Bruno também lamentou:

“Obrigado a me despedir do amor da minha vida, com muita dor no peito e tristeza e me dói de mais saber que não ouvirei mais sua voz, nem ler sua mensagem de bom dia ou acorda do seu lado dando aquele abraço quentinho e cheio de amor. Me doi mais ver que seus sonhos foram interrompidos, uma pessoa cheia de vontade viver. Eu te amarei pra sempre e sempre estará no meu coração, lembrando de cada pedacinho da nossa história”, escreveu Bruno. “parem de nós matar, EU SÓ PEÇO JUSTIÇA”.

https://www.instagram.com/p/CQg5VK8Hflp/

Leia mais:

Comentários

Posts relacionados